Separadores

5 de outubro de 2015

Camera Sutraa Multiway Dress

Só tenho uma coisa a dizer .... eu ADOROOOOOOOOOO o meu vestido novo.... ahhhhhh.
Coisinha mai fofa. Este modelo de vestido tem como nome Camera Sutraa/ Multiway Dress e custou-me 41€, é composto por uma malha elástica, muito confortável, e pesada. Por enquanto ainda tenho alguma dificuldade em testar todas os vestidos possíveis, mas que me tenho divertido a tentar lá isso tenho. Ele é da Lasula, que é a minha mais recente perdição.

Que tal, alguém gosta?



















18 de setembro de 2015

Não sei se ria ou se chore

É verdade, euzinha, que passei a minha puberdade sem quase nenhuma espinha ou ponta de acne, vejo-me agora aos 33 anos, com a pele de uma adolescente...... cheia de espinhas e erupções.
Agora só preciso de perceber se devo chorar por estar com uma pele de adolescente, e toda arrebentada, ou se ria por me parecer com uma.





Raios tenho de fazer alguma coisa em relação a isto, é que está mesmo a começar a mexer com a minha auto-estima.




10 de setembro de 2015

Pansexual

Mas existe, por aí, alguma alminha que me consiga explicar, sucintamente, qual é a verdadeira diference entre bisexualidade e pansexualidade?!?!?
É que eu já tentei ler sobre o assunto e fiquei a perceber exactamente o mesmo.

Eu começo a achar que deixou de ser chique dizer-se que se é bissexual. (E não, eu não estou a ser homofóbica, eu só não percebo, MESMO, qual é a diferença.)

8 de setembro de 2015

É uma pena!!!

É verdade que eu estive muito tempo desligada do mundo dos blogs, quem me seguia com alguma regularidade com certeza que se apercebeu, mas existem coisas que são necessárias e este meu intervalo foi ,com certeza, uma mais valia para mim .... eu precisava descansar, agarrar o que realmente era importante e fazer/correr atrás de coisas novas.

Ora agora que voltei, uma das primeiras coisas que comecei a fazer foi "dar uma vista de olhos" ao que os outros bloggers andam a fazer, - desculpem-me, eu não me estou a querer incluir no "Mundo dos Bloggers" na verdade ao ver aquilo que vi nas ultimas semanas, eu definitivamente sou tudo menos uma blogger, e nem quero ser, eu vejo este meu espacinho como sendo um local de desabafos, apontamentos e dicas (verdadeiras dicas) - pois qual não é o meu espanto ao verificar que este mundo deu mesmo uma volta de 180º.
Eu pergunto-me onde é que andam aqueles bloggers que tinham uns cantinhos super fofinhos, que tinham uma linha de raciocínio " dito normal", que tinham verdadeiras dicas de amigo!!! 
É que com tudo o que eu tenho visto, eu só consigo pensar que o fim do mundo aconteceu e eu deveria estar a dormir, é que só pode.

Mas os blogs agora não passam de um espaço publicitário descarado, com centenas de fotos todas xpto? Com posts a incitar-nos a comprar tudo e mais alguma coisa, coisas com preços EXORBITANTES, que a mais comum trabalhadora (que ganha basicamente o ordenado mínimo) não pode nem imaginar em comprar, só pode mesmo invejar.
Onde é que andam as verdadeiras dicas de amiga? Onde está aquele espaço que nos faz pensar que agora não, mas dentro de uns meses eu também devo conseguir um?

Mas agora um blog só é de sucesso quando tem visualizações e coisas "dadas", mas em que o blogger praticamente deixou de fazer o que quer que fosse, porque começou a delegar tudo (textos, design, fotos) à excepção do seu nome? Um blog só resiste e existe se assim for?!? - Estou a lembrar-me agora de uma blogger, em especifico, e de outras, mas eu não vou dar nomes.

Onde estão as pessoas normais que calçam outras coisas para além de Loubontin, Luis Onofre e Zara (sim a Zara é super cara, não me venham com tretas).
Onde estão as férias passadas neste nosso lindo cantinho, à beira mar plantado? Ou mesmo na Europa, mas que não passam por hotéis 5 estrelas e excursões caríssimas.
Onde estão as pechinchas? E aquela coisa nova, que pouca gente ouviu falar, mas que me vão apresentar?!?
Onde está aquele livro que me vão fazer querer ler, ou fazer correr à Fnac, só para perceber de que se trata todo este borburinho?
Onde está aquela mãe, a trabalhadora, e a dona de uma casa, que não saiu de uma capa de revista (sim, embora eu acredite que muitas não têm essa casa, elas bem que nos dão a entender isso?)
Onde estão os looks tirados por aquela máquina rafeira? Onde estão aquelas fotos que não foram tiradas dentro de um estúdio, ou por um fotografo profissional, mas que mesmo assim estão lindas de morrer.

Eu confesso-me, quando procuro/sigo um blog eu, para além de querer sentir uma ligação, desejo sentir inveja, sim a inveja é um pecado eu sei, mas eu quero sentir inveja de algo que eu possa concretizar, não de algo que só 0.1% da população nacional pode ter.

Será que estou errada? 
Se estiver, por favor alguém que me diga.








7 de setembro de 2015

Nars: Ita Kabuki Brush - Pincel de contorno

Eu ando muito desligada de tudo o que gira em volta de maquilhagem, é verdade ando mesmo, talvez porque o quarto lá de casa já não aguenta a compra desenfreada de maquilhagem, que me arrebatou nos últimos anos, ou talvez porque o que é demais é demais e eu comecei a perceber que não preciso de uma palete de 1001 sombras, quando no geral eu só uso 4; não preciso de 6 bases, quando só gosto mesmo de 2; e não preciso MESMO de 3 tubos de rímel, quando me rendi totalmente à extensão de pestanas.

Sim, eu comprei maquilhagem nos últimos 6 meses, não vou mentir, mas comprei apenas 2 batons, um beije e um bordeaux, ambos da Kiko e bem baratinhos.

Não estou a dizer que deixei de ver o que anda por aí, muito pelo contrário, eu continuo a pesquisar e a gostar de quase tudo o que vejo, afinal eu sou daquelas mulheres que fica satisfeita por só ver montras, mas enquanto não aparecer nada que faça a minha cabeça girar 360 graus, ao melhor estilo Regan McNeil do Exorcista, eu não me estou a ver a aumentar o meus espolio de maquilhagem nos próximos tempos.

Mas divagações à parte, o que eu queria mesmo era escrever sobre o pincel de contorno da Nars, o Ita Kabuki Brush. Esta pequena maravilha parece ter tido criação divina, pois promete tornar qualquer leigo em um expert na aplicação de pó no contorno de rosto. Entre outros ele ajuda a definir o rosto, sem qualquer esforço e em apenas alguns segundos e o seu formato recto torna-o perfeito e muito mais preciso.







Eu não o vou comprar agora, provavelmente nem o vou comprar nos próximos tempos, e nem me adianta pensar que o seu preço vai baixar, é que, muito pelo contrário, ele nos últimos tempos até aumentou, mas que esta beleza entrou directamente para a minha wish list, lá isso entrou.

Se quiserem ver como ele funciona, a Heidicupcake é uma aficionada, e já tem vários vários vídeos em que o usa. (Não sei se já o disse, mas eu adoro esta guru)



4 de setembro de 2015

Harness

Harness: A set of straps and fittings.

Para quem conhece, ou até já teve curiosidade em conhecer, o conceito bondage - se não conhecem leiam 50 tons de cinza, de certeza que já ouviu falar dos Harness .... pois bem os harness vão sair à rua em força, mas como acessório fashion, ok!
Para serem usados por baixo de um top/camisa, eles vão estar à espreita, ou não,  e vêm ajudar a tornar um look monótono, em um look mais interessante, pelo menos para mim, em fita ou acoplado ao sutiã, a palavra vai ser de certeza, mostrar e deixar adivinhar.
Em vários estilos e modelos, eu comprei o meu Harness no Alixpress (9€), ele tem fitas que cruzam no peito e costas, e envolve a parte superior do meu tronco. Muito prático de usar, veste-se por cima do sutiã, como um pequeno casaco, e aperta na lateral - podem vê-lo nas 2 primeiras fotos.
Agora, se acharem que estas fitam são de mais, apesar de acharem o conceito interessante, podem sempre optar pelo sutiã que já vem com as fitas acopladas.

Se estiverem interessadas, em baixo deixo-vos alguns sites onde os podem espreitar.
Aliexpress : Harness Bra
Asos: Lingerie
Braness


Digam-me se acham interessante. Usariam ou não?

















2 de setembro de 2015

Lace Ups; ou Sandálias gladiador

Vá, eu tenho a certeza que as sandálias gladiador não precisam de muita apresentação, e que poucas devem ser as mulheres que não gostam delas, o problema (neste caso o meu problema) era encontra-las em versão salto alto, sim as rasas são muito confortáveis, mas as de salto alto são  as que têm o factor UAU!!!

Eu procurei na Asus, procurei no Ebay, Aliexpress, etc, etc e nada, naaaaaaaada, nem uma sandalita que fizesse o meu olho gordo brilhar, isto até que, finalmente, vi umas lindas de morrer no instagram da Holly, do Geordie Shore...., elas são do site da Lasula e estão sediados no Reino Unido .... sinceramente eu acho que não se ouve falar muito deles em Portugal, pelo menos eu nunca tinha ouvido/lido nada, mas eles têm coisas super fora do normal e, maravilhem-se, fazem envios internacionais (UHUHH...)

De momento elas estão esgotadérrimas, mesmo eu nem sei explicar bem como foi que ainda consegui ir a tempo de arranjar um 39, normalmente este número voa ... e as cores existentes eram preto, branco e castanho. 
Se existir por aí alguém, muito interessado, talvez consigam encontrar algo na Public Desire, também do Reino Unido... mas eu sinceramente tive um pequeno problema com eles, na compra de um par de sandálias ... que no final se resolveu .... e por isso estava a evitar falar neles, mas isso são histórias para outro outro post.








1 de setembro de 2015

Zara Red Dress

É verdade, eu ando um pouco (muito) desligada da Zara, nestes últimos anos, e eu até ia escrever que nem sabia muito bem o porquê, patati patata, mas a verdade é que eu sei, e sei muito bem o porquê... as coisas que eles têm apresentado nos últimos anos ASSUSTAM-ME, assustam-me os modelos e assustam-me os preços, sim porque apesar de eu ter sido uma das sortudas que conseguiu manter o seu trabalho, nos últimos anos, a vida não está para folestrias e que eu saiba ainda não ganhei o Euromilhões, assim sendo eu simplesmente desisti de tentar entrar na Zara.

Este fim-de-semana tive o terceiro, e ultimo casamento do ano, e tive de correr ao shopping para tentar encontrar um vestido novo, sim porque todos os que eu tinha programado para este evento ou estavam com algum problema ou pura e simplesmente não serviam para o grande evento, e depois de entrar em quase todas as lojas, que eu pensava que me poderiam ter salvo, tive de dar o braço a torcer e lá acabei por entrar na Zara, não digo que dei a volta à loja a correr, mas que eu a percorri no mais belo estilo marcha, que é possível dentro de um recinto fechado, lá isso percorri, e quando estava quase a desistir lá acabei por O ver (uahhhhh - som celestial) escondido por detrás de uma coisa azul, horrível.

Vermelho, leve, longo, simplesmente perfeito para mim..... quando o vesti tive a confirmação que o amor à primeira vista existe e que este era meu e só MEU.
O mais engraçado é que, à algum tempo atrás, tinha visto na net-a-porter um vestido, do Haufman Franco, (podem ver a imagem do vestido beije), que adorei e que, para mim, é muito similar ao vestido da Zara, com a atenuante que este custava muito, muito menos.

Este vestido, no site, é apresentado com as fitas à volta da cinta, mas eu gosto muito mais dele com as fitas apertadas nas costas, dá um pouco mais de efeito à cintura, mas continua leve e solto.

Posso dizer que as coisas estão destinadas a nós e este estava destinado a mim e que foi um sucesso e uma lufada de ar fresco, pelo menos para mim, numa cerimónia em que quase todas as mulheres vestiram o mesmo (azul + azul + verde àgua + azul com brilhantes + rendas, é que já cansa ver o mesmo género de vestidos, uma, duas, uma centena de vezes, nos casamentos de hoje em dia... por favor, mulheres deste país, variem um pouco o estilo, ou pelos menos não tenham medo de ousar - e não falo de vestidos curtos, ok!!).









31 de agosto de 2015

Acessórios cor Prateada

Eu às vezes até me surpreendo comigo mesma, então não é que eu escrevi, em 2012, que os acessórios na cor prata iam ser tendência e não me enganei muito (ver aqui)... é verdade que eu escrevi que iam ser tendência em 2013, e eles estão a ser muito mais tendência agora, mas que acertei acertei. AH AH!!
Agora só me falta mesmo acertar no euromilhões.


















Fonte: Instagram - DaniCardoso; Dicadaka; Esti, etc.

3 de junho de 2015

"10 Pessoas tóxicas que é preciso evitar. E como.

" Evitar pessoas...
1. Arrogantes. Existe uma grande diferença entre confiança e arrogância. A confiança inspira os outros, a arrogância intimida. Pessoas arrogantes acham que sabem tudo, pelo que nunca vão reconhecer o valor dos outros.
2. Que se vitimizam. Olham para os seus próprios erros, mas imediatamente culpam outros por eles. Os culpados são sempre desde o chefe ou patrão incompetente, até aos seus pais que nunca o amaram.
3. Controladoras. São, normalmente, aquelas pessoas que sabem tudo e a melhor forma de fazer qualquer coisa, no fundo, são extremamente inseguras. Nunca darão a oportunidade a outros de expressar a sua opinião.
4. Invejosas. São pessoas que nunca estão felizes com o que têm e são incapazes de ficar felizes pelas coisas boas que acontecem aos outros. Isto, porque se alguma coisa boa tiver de acontecer, deve ser com elas.
5. Mentirosas. Um mentiroso crónico é um perigo, pois leva à desconfiança relativamente a tudo o que diz, desde elogios a promessas. Pessoas assim mentem-lhe sobre os outros aos outros sobre você.
6. Negativas. Esta pessoa vive permanentemente irritada, ressentida e desconfiada de tudo. A negatividade destrói relações e passar tempo com pessoas assim fica-se com a sensação de que nos estão a sugar a vida.
7. Gananciosas. Ter ambição, querer mais e alcançar mais longe não é errado. Mas quando se quer o que é dos outros, como uma fixação, e a qualquer preço, é muito mau.
8. Que fazem julgamentos. Há uma grande diferença entre fazer um julgamento e ser crítico. Pessoas que julgam demasiado fácil tiram conclusões precipitadas e quase sempre incorretas. São más ouvintes e comunicadoras.
9. Maledicentes. Falam facilmente dos outros sem distinguir o que é especulação ou realidade. Esta é a forma, muitas vezes, de esconderem as suas fraquezas e inseguranças. Poucas coisas são mais destrutivas do que a maledicência.
10. Sem caráter. Se uma pessoa não tem integridade ou honestidade ela vai enganar, manipular, maldizer. Haverá poucas coisas negativas que estas pessoas tóxicas não façam, quase sempre sem consciência disso. Ou talvez não...

Se conhece alguém com estas características, então o melhor é adotar uma destas 
1. Afaste-se. O afastamento num determinado ambiente, faz com que o ar fique mais leve. Ignore essa pessoa e siga em frente com a sua vida de forma enérgica. Isso não significa que você a odeia ou que lhe deseja mal. Quer dizer que você dá valor ao seu próprio bem-estar.
2. Admitir que o seu comportamento é nocivo. Tome a firme decisão de não se deixar influenciar pelo comportamento dessa pessoa. Pare de tratar a situação "com panos quentes" quando estiver ao lado dela e deixe de ser condescendente com seu comportamento agressivo.
3. Diga-lhe o que pensa sobre ela, de modo claro e sem rodeios. Há pessoas dispostas a tudo à custa dos outros - passar à frente numa fila, roubar, praticar bullying, menosprezar alguém ou fazê-lo sentir-se culpado. Não tolere isto. Na maioria dos casos, estas pessoas sabem que estão erradas e, se confrontadas, tendem a recuar com as suas atitudes.
4. Seja enérgico. Esta pessoa até pode atacar e ridicularizar a sua dignidade, mas não pode retirar-lha. Desde que você não o permita. Para isso, tem de arranjar energia para defender os limites do seu território, com argumentação válida. Se isso não resultar, porque a pessoa tóxica tende a envenenar todas as outras à sua volta, afaste-se.
5. Lembre-se que esta toxicidade não é pessoal. É espectável que este género de pessoas insinue que a culpa é sua, podendo abalar a sua confiança e minar a sua determinação. Não deixe que isso aconteça, pois só assim terá liberdade. A maioria das pessoas tóxicas agem assim não apenas consigo, mas com todos à sua volta. No fundo, as coisas que esta pessoa diz e faz, e as suas opiniões são um reflexo dela própria.
6. Pratique a compaixão. Fazendo a devida distinção entre caráter e alguma situação mais problemática em que a pessoa tóxica possa estar a passar, há momentos em que vale a pena demonstrar empatia. Não se descuide, ainda que, no fundo, algumas destas pessoas estejam angustiadas, deprimidas ou até mesmo doentes mental ou fisicamente.
7. Reserve um tempo para si. Caso tenha de viver ou trabalhar com uma pessoa tóxica, lembre-se da importância de reservar um tempo para descansar e recarregar as baterias. Mesmo que estas pessoas estejam a enfrentar problemas legítimo elas compreendem que você também tem problemas - o que significa que você também pode "sair de cena". É que viver sempre o papel de pessoa sensata perante uma pessoa temperamental e tóxica pode ser uma tarefa exaustiva. "